Testemunho de Prado Flores – Fundador da Escola Santo André

Um cristão pode viver e servir ao Senhor sem saber ou conhecer. Eu vivi esses dois estágios no curso da minha vida.
A primeira parte da minha vida foi como a de juiz Samuel viveu no templo, e serviram ao Senhor, mas ainda não o conhecia. (1S 3,1.7)
Nascido em uma família totalmente católica com raízes profundas na fé da Igreja. Minha infância e adolescência foram passadas em uma pequena cidade no interior do Brasil, com uma vida muito tranquila, onde eu estava sempre com os meus amigos na igreja para nossas atividades e entretenimento.
Aos quinze anos, eu tive que mudar para outra cidade por causa dos meus estudos. Envolvi-me em um grupo de Renovação Carismática Católica. Tudo era novo e um pouco estranho. Participação em reuniões e atividades, mas a vida continua a seguir a mesma rotina. Servi ao Senhor, mas não o conhecia pessoalmente e diretamente.
Aos 19 anos eu terminei minha carreira na técnica de processamento de dados, eu imediatamente comecei a trabalhar. Naquela época, eu participei de um retiro de fim de semana de 100 jovens. O tema do retiro foi “Ou santo ou nada.”
Durante este retiro eu senti um profundo chamado do Senhor. Mas eu ainda  resisti, até um momento em que eu senti meu corpo esmorecer. Eu tive a experiência do meu encontro pessoal com Jesus vivo que me convidou para uma vida de intimidade com ele. Eu senti uma voz interior dizendo: “Ama-me e eu vou lhe mostrar o caminho.”
Muitas coisas que eu não entendia agora você entende. Eu fui de ter um acompanhante com um padre italiano, o delineamento e confirmando o que era o que estava em meu coração. Nove meses depois de ter a confirmação da minha vocação, eu larguei meu emprego para se dedicar em tempo integral ao trabalho do Mestre. Eu estava há três anos na Diocese de Ponta Grossa, Brasil, o movimento da Renovação Carismática Católica e Evangelização 2000.
Em 1999 eu vim para Guadalajara, no México, para San Andres Escola de Evangelização.
Agora eu sei quem é Jesus e torná-lo conhecido é a minha missão.
Prado Flores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *