O que é fé – parte 2

Ora, ter fé é ter certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e ter convicção de que uma coisa existe, mesmo quando não a vemos. Foi pela fé que aqueles que viveram no passado conseguiram a aprovação de Deus.

Pela fé entendemos que o universo foi criado pela ordem de Deus, de maneira que aquilo que pode ser visto veio a existir das coisas que não podem ser vistas.

Pela fé Abel ofereceu a Deus um sacrifício melhor do que Caim. Pela fé Abel recebeu a aprovação de Deus quanto às suas ofertas e foi considerado por Ele como um homem justo. Por meio da fé, mesmo depois de morto, ele ainda fala.

Pela fé Enoque foi levado da terra para não morrer. Ele nunca foi encontrado, porque Deus o tinha tirado da terra. E as Escrituras dizem que, antes de ser levado, Enoque tinha agradado a Deus.  De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que Ele recompensa aqueles que o buscam.

Pela fé Noé, depois de ter sido instruído a respeito de acontecimentos que ainda não podiam ser vistos, obedeceu a Deus e construiu uma arca para salvar a sua família. Com a sua fé Noé mostrou que o mundo estava errado e se tornou como uma daquelas pessoas que são declaradas justas diante de Deus por meio da fé.

Pela fé Abraão obedeceu quando foi chamado, a fim de ir para um lugar que ele deveria receber como herança; ele partiu sem saber para onde ia. Pela fé ele peregrinou até a terra que lhe havia sido prometida, assim como um estrangeiro em terra alheia. Ele habitou em tendas com Isaque e Jacó, os quais eram herdeiros com ele das mesmas coisas que lhe tinham sido prometidas. Ele estava esperando pela cidade que tem alicerces que não podem ser destruídos, da qual Deus é o arquiteto e construtor.

Pela fé também a própria Sara, apesar de ser velha demais para ter filhos, recebeu o poder para ser mãe. Isso aconteceu porque ela acreditou naquele que havia feito a promessa.  Assim, de um só homem, que estava praticamente morto, veio uma descendência incontável como as estrelas do céu e numerosa como os grãos de areia da praia.

Todos estes morreram na fé, sem jamais ter recebido as coisas que lhes tinham sido prometidas. Eles somente as viram de longe e ficaram felizes em vê-las. Dessa forma eles aceitaram o fato de que eram estrangeiros e de que estavam somente de passagem por este mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *