Despojamento

 

Despojamento, partilha dos bens, é forte expressão de quem na vida descobriu o amor maior e renunciou a tudo o que é desnecessário, para liberar o coração e entregá-lo ao amor de Deus, a favor do próximo.

O despojamento não tem valor em si, a não ser quando motivado pelo bem maior que é o amor de Deus. 

A exemplo de Jesus, que despojou-se para fazer-se homem e nos salvar.

Tenha a certeza de ter completamente e de viver a intensidade de dar e receber de forma inteira e infinita. 

Que seja uma entrega sem reservas e sem limites, porque só quem tem essa disponibilidade acima de si mesmo, pode entender a dádiva no seu pleno sentido e valorizar, de forma justa, aquilo que nos chega pela mão do Amor. 

Porque há no Amor uma condição implícita: o despojamento. 

Temos de saber ficar sem nada para valorizar a grandeza do que nos é dado e poder dar o que sentimos com a mesma generosidade com que o recebemos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *